Sábado, 04 Janeiro 2014 22:00

Laudo Pires: Talento descoberto

Laudo Pires tinha 11 anos quando foi assistir a uma apresentação de sapateado no Teatro Carlos Gomes. Ficou encantado com o despojamento, a energia e a liberdade do estilo. Depois de algumas tentativas da professora Michelle Silveira Nicoletti, foi convencido a fazer uma primeira aula. Desde então, são oito anos de dedicação à dança.

Há cerca de quatro anos, Laudo fazia aulas de sapateado em dois horários diferentes e, no intervalo entre eles, havia uma aula de ballet. “Ficava uma hora esperando e acabava assistindo algumas turmas de clássico. A professora me convidou para que eu fizesse também esta modalidade e me apaixonei”, diz ele, que complementa que o ballet é a base de tudo. Este ano ele interpretou Lucien, um dos personagens no espetáculo Paquita, apresentado no encerramento do Pró-Dança.

Bolsista do Pró-Dança desde a primeira turma, Laudo comenta que o auxílio foi sempre um incentivo para que continuasse. “Nunca paguei a mensalidade na Escola. Eles apostaram no meu talento desde o início e sou muito grato por isso”, afirma.

Os passos de Laudo não pararam na sala de aula. No início de 2012, ano posterior à formatura no ensino médio, ele foi convidado para um estágio no Pró-Dança, já que iniciaria o curso de Educação Física. “Eu assistia as turmas ensaiarem, fazia notas e observações”, lembra. Na metade do ano surgiu a possibilidade de começar a ministrar as aulas para os iniciantes em sapateado.

Embora os aprendizados do Pró-Dança sejam para sempre, Laudo está quase de malas prontas. No final de outubro participou de uma audição para o Centro de Dança Eliane Fetzer, de Curitiba (PR). Passou e se muda para a cidade em janeiro de 2014 para integrar a companhia de dança e estudar. “Tudo o que eu conquistei é mérito do Pró-Dança. Tudo o que eu tenho é porque apostaram em mim”.

Fonte: Melz | Assessoria de Imprensa - Teatro Carlos Gomes

Aconteceu

Teatro Carlos Gomes © 2015. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Brava Propaganda e Spezzi.