Terça, 03 Maio 2016 16:41

Grão Cia. de Dança apresenta “Moebius” em Blumenau

Grão Cia. de Dança apresenta “Moebius” em Blumenau Cleber Valerio

Espetáculo com entrada gratuita será exibido dia 7 de maio em dois horários. Oficina aberta ao público ocorrerá um dia antes

     A Grão Cia. de Dança, de Florianópolis, apresentará o espetáculo “Moebius” no Teatro Carlos Gomes, em Blumenau, neste sábado (7/5), em dois horários: 17h e 20h. As 790 poltronas da plateia, mezanino e camarotes do Auditório Heinz Geyer não são numeradas e as entradas gratuitas podem ser retiradas na bilheteria das 8h30 às 12h e das 13h30 às 18h, até sexta-feira, e duas horas antes do início de cada sessão no dia da apresentação.

     A montagem é o resultado da pesquisa deste coletivo de bailarinos dirigidos por Lidiani Emmerich e Gabriel Ferreira, que partem da dança de salão para dialogar com as demais linguagens do movimento corporal e outras vertentes artísticas. Tendo por inspiração a obra do artista holandês Maurits Cornelis Escher (1898-1972), admirado pela capacidade de produzir imagens gráficas com efeitos de ilusão de ótica, o grupo faz uma abordagem contemporânea sobre os aspectos de nossos percursos diários e a interferência de nossas escolhas.

     Após à exibição, o elenco abrirá uma conversa de 30 minutos para discutir a proposta do trabalho, o processo de criação, as impressões e questões trazidas pela plateia. O público também poderá conferir uma exposição do fotógrafo Cleber Valerio e da produtora Jordane Marques, com imagens inspiradas nos desenhos de Escher e reproduzidas pelos bailarinos. Na véspera, dia 6, às 18h30, uma oficina de duas horas será ministrada no Pró-Dança de Blumenau, onde o grupo abordará exercícios e ferramentas artísticas utilizadas em sua rotina de pesquisa. A programação é totalmente gratuita.

     O projeto de circulação de “Moebius” em Santa Catarina tem o patrocínio da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), do Fundo Estadual de Incentivo à Cultura (Funcultural) e do Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura, além do apoio institucional da Cenarium Escola de Dança, do Cleber Valerio Studio Fotográfico e da escola de aikido Kawai Shihan Dojo.

     A turnê iniciou dia 2 de abril em Florianópolis e depois de Blumenau seguirá em junho para Joinville e novamente a Capital. Mais informações: www.graodanca.com.

Fita de Moebius

     A vontade de observar as relações labirínticas de suas próprias experiências levou os integrantes da Grão ao trabalho de Escher, que visualmente estabelece um universo de paradoxos em seus desenhos, esboços, gravuras, xilogravuras e litografias a partir da “fita de Moebius”.

     Estudada pelo matemático e astrônomo alemão August Ferdinand Möbius (1790-1868), a fita mostra que duas faces podem pertencer a um lado só, de forma que é possível passar pela face externa e interna e sempre retornar ao ponto de partida.

     Tal analogia é proposta no espetáculo, que traduz este percurso como uma relação de prazer e escolhas, ao se observar que o fim não é necessariamente importante, pois geralmente denuncia um novo começo.

Palco

     Desenvolvido por bailarinos que têm a dança de salão como ponto de partida, “Moebius” é um trabalho de pesquisa entre corporeidades deste gênero de dança, afetadas pela investigação contemporânea de aspectos como escolhas, encontros, fugas, retornos e busca de estados de sintonia, alimentado com técnicas de tai chi chuan, contato improvisação e aikido.

     A estreia ocorreu em 2014, no Teatro Governador Pedro Ivo, na Capital, com apresentação única assistida por 350 pessoas. A montagem criada pelos integrantes da Grão havia sido possível graças aos recursos obtidos por meio da plataforma de financiamento colaborativo Catarse. Em 2015, foi exibida de forma compacta na abertura da Mostra de Danças de Salão de Florianópolis – Baila Floripa, para cerca de 800 espectadores no Teatro Ademir Rosa.

     Agora, o projeto ganha impulso com recursos públicos do Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura para o circuito catarinense em Florianópolis, Blumenau e Joinville, e também do Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna para circular pelo Norte do País: Manaus, Porto Velho, Ji-Paraná (RO) e Rio Branco.

Atividades paralelas

*Bate-papo > Após a apresentação, será aberta uma conversa de 30 minutos com a plateia sobre “A Dança de Salão como Matriz para Pesquisa em Dança”. O objetivo é discutir as pesquisas envolvidas na aproximação das danças de salão com a proposta do espetáculo, o processo de criação e as impressões e questões trazidas pelos espectadores de “Moebius”.

*Oficina > Para compartilhar as experiências do processo de criação de “Moebius”, é ministrada em cada cidade a oficina “Dança de Escolhas e Percursos”. Durante duas horas a companhia abordará exercícios e ferramentas artísticas utilizadas em sua rotina de pesquisa. Com vagas limitadas, é dirigida a artistas e ao público em geral.

*Exposição > Um ensaio assinado pelo fotógrafo Cleber Valerio e pela produtora Jordane Marques estará à mostra nos dias da apresentação, em espaços de livre circulação dos teatros. São 20 imagens em preto e branco, 12 no tamanho 60cm x 90cm e oito medindo 30cm x 45cm, que buscaram captar os efeitos de ilusão de ótica inspirados na obra de Escher e reproduzidos pelos bailarinos de “Moebius”.

*Blog > Toda a turnê está sendo registrada em um blog hospedado no site www.graodanca.com. A designer Marina Zardo e a artista visual Karol Duarte, bailarinas da companhia, publicam artigos, reportagens, relatos, fotos e vídeos relacionados à pesquisa e às atividades do espetáculo, semanalmente. O canal, que terá continuidade após o circuito em Santa Catarina, servirá de referência a artistas interessados no diálogo entre dança de salão e pesquisas contemporâneas em dança.

 

Serviço

> Espetáculo “Moebius”: 7/5, sábado, 17h e 20h, Teatro Carlos Gomes (Auditório Heinz Geyer), 64 minutos. Retirada de ingressos (790 poltronas não numeradas): bilheteria do teatro, das 8h30 às 12h e das 13h30 às 18h, até sexta-feira, e duas horas antes do início de cada sessão no dia da apresentação.

> Conversa “A Dança de Salão como Matriz para Pesquisa em Dança”: após a apresentação do espetáculo, Teatro Carlos Gomes (Auditório Heinz Geyer), 30 minutos.

> Exposição fotográfica: durante o dia do espetáculo, hall do Teatro Carlos Gomes.

> Oficina “Dança de Escolhas e Percursos”: 6/5, sexta-feira, 18h30, Pró-Dança de Blumenau (anexo ao Teatro Carlos Gomes), 120 minutos. Inscrições (30 vagas): no local ou pelo telefone (47) 3326-9669.

> Informações: www.graodanca.com // Facebook: Espetáculo Moebius – Blumenau

 

Texto: Marcos Reichardt Cardoso (SC 0461 JP)

Aconteceu

Teatro Carlos Gomes © 2015. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Brava Propaganda e Spezzi.