Quarta, 31 Maio 2017 15:54

Confira uma entrevista com o novo coordenador do Fitub, que estará à frente da 30ª edição do evento, Fábio Hostert

30º Fitub será realizado de 6 a 13 de julho aqui no Teatro Carlos Gomes 30º Fitub será realizado de 6 a 13 de julho aqui no Teatro Carlos Gomes Lilian Walker

O que achou da oportunidade de estar à frente do 30º Fitub?

Fábio: Me pegou de surpresa! No início achei uma empreitada que não daria conta, mas, logo depois do convite, analisando toda conjuntura minha junto ao movimento teatral e minha ligação com a Furb, entendi que era um lugar do qual eu poderia me encarregar. Acredito que uma ocupação como essa não se trata de oportunidade, mas de movimentos naturais junto aos nossos desempenhos e ações. Faço parte da rede teatral de Blumenau e região há mais de vinte anos, sou professor do curso de Teatro da Furb há mais de dez anos e, com a Cia Carona, posso dizer que temos uma abrangência artística nacional. Tudo isso torna essa coordenação um espaço onde a maturidade na produção cultural está acima do que um possível “mercado da arte” poderia medir.

Quais os desafios desta edição?

Fábio: O maior desafio é manter a excelência que o festival já possui. Ao longo destes 29 anos ele se consolidou como um grande evento, que reúne a prática artística e discute sua pesquisa, tudo isso realizado com suprema organização. E, no mínimo, manter isso é o maior desafio. E lógico, corresponder às expectativas criadas pela mudança de coordenação. Talvez esta seja a mais cruel, pois só a troca de coordenação já é uma mudança muito grande, seguramente com ela estão vindo transformações, mas não pelo simples fato de querer mudar. Vamos, e digo vamos, por que estou trabalhando muito em conjunto com toda equipe da Divisão de Cultura da Furb, que conhece o Fitub internamente há anos, então, vamos mudar o que achamos necessário para o amadurecimento atual do festival.

E que boas referências te trazem o Fitub?

Fábio: Posso dizer que o Fitub foi a minha primeira vez. Lembro que no meu primeiro ano de faculdade, que foi quando decidi fazer teatro, participei da cerimônia de abertura. Foi a primeira vez que pisei no palco, na frente de uma grande plateia. Começamos por aí e desde então participei de todas as edições. O único ano que fiquei de fora foi quando fiz uma cirurgia na coluna e estava de molho, louco em casa querendo saber de tudo que acontecia.

Desta forma, dá para entender a quantidade de referencial artístico formativo que o Fitub tem na minha carreira. É um grande evento que faz parte do calendário cultural de Blumenau há 30 anos, essencial para a nossa região, tanto para plateia quanto para artistas locais e os que vêm de longe para aqui trocar suas experiências dessa linda arte que é o teatro.

Oficina das Palavras

Foto: Lilian Walker

Aconteceu

Teatro Carlos Gomes © 2015. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Brava Propaganda e Spezzi.